PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Chineses aumentam em 469% gastos em viagens em 7 anos

Pixabay
China aumenta quase 1200% gastos no exterior em 12 anos, e disparam na liderança
China aumenta quase 1200% gastos no exterior em 12 anos, e disparam na liderança

O crescimento do mercado chinês em emissão de turistas é algo notável há anos. De acordo com a última edição do Barômetro Mundial de Turismo, da Organização Mundial do Turismo (OMT), os chineses lideram, de longe, a lista dos turistas mais "gastadores" do globo: apenas em 2017 foram US$ 258 bilhões gastos em viagens, quase o dobro do segundo colocado, os estadunidenses, que gastaram US$ 135,2 bilhões.

O destaque para os chineses vai não apenas por estarem na liderança, mas pela ascensão meteórica do país como mercado emissor de turistas e gastos em viagens observada nos últimos sete anos. Em 2010, os viajantes do país oriental investiram US$ 54,9 bilhões em viagens ao Exterior, atrás de Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos. De lá para cá, foi observado um aumento de 469% nos gastos de chineses com Turismo, ou uma alta de quase cinco vezes no valor utilizado em viagens internacionais.

Se considerar o ano de 2005, quando US$ 21,8 bilhões foram gastos em viagens internacionais, o aumento foi de 1187% em 12 anos.

Para efeito de comparação, os turistas estadunidenses, que gastaram US$ 86,6 bilhões em 2010, aumentaram "apenas" 56% os gastos no Exterior em sete anos. Já no Brasil, os viajantes internacionais gastaram US$ 19 bilhões no ano passado, contra US$ 16 bilhões em 2010, alta de 18%.

GASTOS POR VIAGEM DOBRA
Cerca de 129 milhões de chineses viajaram pelo mundo em 2017, o que dá cerca de US$ 2 mil em gastos por viagem de cada chinês. Se considerar que em 2010 foram cerca de 50 milhões de chineses viajando para o exterior, o gasto médio na época foi de cerca de US$ 1 mil dólares por viagem; ou seja, o gasto por viagem internacional dobrou nesses sete anos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA