AGÊNCIAS DE VIAGENS

MSC: cruzeiros no Exterior também têm parcelamento em reais

Emerson Souza
Ignacio Palacios, diretor de Vendas e Revenue da MSC
Ignacio Palacios, diretor de Vendas e Revenue da MSC
MSC SEASIDE — Pesquisa realizada pelo Portal PANROTAS com 300 agentes de viagens revelou que o custo mais alto de um cruzeiro no Exterior é considerado um entrave para as vendas. Seja pelo dólar com cotação alta em relação ao real, pelo aéreo mais custoso ou pelo pagamento com o cartão de crédito, o passageiro faz as contas de quanto gastará a mais em uma viagem para fora do Brasil.

Ciente disso, a MSC estende para os cruzeiros no Exterior algumas facilidades de pagamento que oferece para os cruzeiros no Brasil. “As tarifas dos cruzeiros internacionais também estão disponíveis em reais, sem variação cambial, e podem ser parceladas em até dez vezes sem juros”, informa o diretor de Vendas e Revenue da MSC no Brasil, Ignacio Palacios.

As excursões, pacotes de bebidas, pacotes de internet, reservas em restaurantes de especialidades e serviços do MSC Aurea SPA também podem ser comprados antecipadamente na moeda nacional e parcelados juntamente com a tarifa do cruzeiro. Um teste inicial do parcelamento do consumo a bordo, ou seja, do que não foi previamente comprado, está sendo feito com o MSC Seaside, que faz cruzeiros de Miami para o Caribe.

“Outro diferencial da MSC, que tem mais de 90% de suas vendas via agentes de viagens, é que se o passageiro reservar seu próximo cruzeiro ainda na viagem, ele tem direito a promoções e facilidades e a agência onde comprou o primeiro cruzeiro garante sua comissão. Ele tem de comprar novamente com a mesma agência. Respeitamos a cadeia de distribuição”, disse Palacios.

Essas facilidades foram apresentadas aos cerca de 150 profissionais de Turismo que participam da 1ª Convenção Internacional de Vendas MSC, a bordo do navio MSC Seaside, que saiu de Miami em 11 de maio, e tem no roteiro pelo Caribe paradas em San Juan, St. Thomas, St. Martin e Nassau.

O Portal PANROTAS viaja a convite da MSC Cruzeiros
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA