China propõe lei que pune uso de celular em avião

|

Conhecida por ser um país demasiadamente rigoroso, a China agora tem mais um motivo para reforçar sua alcunha. O departamento de administração de aviação civil propôs uma lei para penalizar os passageiros indisciplinados.

A medida listou 14 tipos de maus comportamentos, sendo que alguns chegam a multas de 50 mil yuans – cerca de R$ 23 mil.

Swiss
As ações incluem o uso celulares a bordo, fumar, ocupar assentos forçadamente e bloquear portões e corredores. Além disso, ainda há condutas mais extremas, como invadir aeroportos e aviões, agredir a tripulação e demais trabalhadores, brigar fisicamente, entre outros.

Em uma eventual punição que não se aplica às leis criminais da China, mas viola a segurança pública, a pessoa é multada em dinheiro, com valor máximo de 50 mil yuans.

PARA AS AÉREAS
Propostas menos severas são endereçadas às companhias aéreas locais. O documento elucida que as empresas devem ser mais responsáveis em garantir a segurança de seus voos e o interesse do passageiro. Ainda precisam desenvolver um sistema de gestão de som para prevenir e minimizar acidentes de aviação civil.

Em relação a atrasos de voos, propõe-se que as transportadoras informem e ofereçam informações e serviços aos clientes. Se um piloto infringir a lei, ele teria sua licença cancelada e proibido de pilotar qualquer voo comercial durante dois anos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA