Demanda por voos deve dobrar em 20 anos; infográficos

|



A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) divulgou uma expectativa de 7,2 bilhões de passageiros voando em 2035. Se confirmada a previsão, o número praticamente dobraria em relação ao atual, de 3,8 bilhões, e corresponderia a praticamente toda a população global de hoje.

Espera-se que o principal empurrão nesse crescimento venha da região Ásia-Pacífico. A China ganharia nada menos que 817 milhões de novos passageiros daqui a 2035, totalizando 1,3 bilhão. Índia, Indonésia e Vietnã também têm uma alta significativa prevista pela Iata, além dos Estados Unidos. Veja no gráfico abaixo:


Com crescimento menos expressivo em números absolutos, mas impressionantes em termos proporcionais, os países africanos também teriam papel importante na futura demanda, totalizando 303 milhões de passageiros em 2035. “Os dez mercados com crescimento mais rápido em tercemos percentuais estarão na África, com saltos de mais de 8% ao ano, dobrando o número de passageiros a cada década”, diz a associação em seu comunicado. Serra Leoa, Benin, Ruanda, Togo, Uganda, Zâmbia e Madagascar seriam alguns desses países.

Reiterando o crescimento liderado pela China, a região Àsia-Pacífico vai ter disparada o maior número de passageiros daqui 20 anos, passando de 1,3 bilhão para 3,1 bilhões. A Europa, embora vá ter o segundo maior número absoluto (1,5 bilhão), teria o menor crescimento de todos, enquanto a América Latinamais que dobraria o seu número, chegando a 658 milhões de pessoas.

Veja abaixo como deve crescer cada região em número de passageiros, considerando partidas e chegadas:

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA