TURISMO

Chineses chegarão a 230 milhões de viagens em 2020

Dreamstime

Os chineses pegaram o gosto pelas viagens e não vão deixar de tirar férias, mesmo que a economia do país não esteja tão forte quanto no passado. Mais que isso, as viagens irão acontecer em maior quantidade e cada vez mais luxuosas, garante um estudo realizado pela Affluential sobre o mercado de viagens de luxo.

É esperado um crescimento constante no número de viagens, tanto internacionais quanto nacionais. A análise mostra que as viagens de turistas chineses irão crescer a uma taxa de 16% por ano até 2020, chegando à incrível marca de 234 milhões. As ilhas Maldivas e Paris são os destinos favoritos nos próximos 12 meses e, para 76% dos entrevistados, a busca é por locais que ainda não visitaram.

Entrevistando viajantes abonados, a pesquisa afirma que 80% dos ouvidos planejam viajar com mais frequência em 2017 – e 70% deles ainda pretendem fazê-lo de forma mais luxuosa que viagens anteriores. A expectativa é que os chineses, por meio de suas viagens de negócios ou lazer, despejem na economia global aproximadamente US$ 422 bilhões até 2022.

O estudo mostra que 50% dos turistas chineses mais abastados, foco do mercado de luxo, recebem anualmente pelo menos US$ 30 mil – sendo que 10% deles têm salário anuais de US$ 145 mil.

O perfil do viajante também foi questionado. A Affluential mostra que as três atividades mais valiosas para o chinês em viagem de luxo são: experiências gastronômicas, parques temáticos e compras em outlet.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA