Dados Elo: locação e hotelaria se destacam na retomada do Turismo

|

A Elo divulgou hoje os dados de seu estudo “Impactos Econômicos da covid-19 no Turismo”, com estatísticas da base de clientes Elo de 9 de março até outubro deste ano. O levantamento visa analisar o comportamento do cliente Elo com cartão de crédito ou de débito durante a pandemia, no segmento de Viagens e Turismo.

O estudo da Elo pegou como base pré-pandemia o período de 5 de janeiro a 22 de fevereiro e fez a comparação, levando em conta o mesmo dia da semana, com os dados durante a pandemia.

O aluguel de veículos e a hotelaria são os setores que apresentam a melhor performance em outubro. A locação de carros teve aumento de 5% frente ao período de janeiro/fevereiro destacado pela pesquisa e os gastos com hospedagem caíram apenas 4%, contra 38% de queda no segmento de agências de viagens e 42% de retração nas companhias aéreas. Vale destacar que todos os segmentos apresentam crescimento mês a mês.

Em outubro, na comparação com setembro, os gastos com cartão de débito apresentaram um crescimento de 9 pontos percentuais, enquanto o crédito subiu 8 pontos, indicando uma contínua retomada de mercado.

Veja no gráfico abaixo a evolução dos gastos em Turismo com débito e crédito, que chegaram a outubro com quedas de 7% e 32%, respectivamente.

DÉBITO
Segundo os dados da Elo, em outubro, na modalidade débito, todos os subsetores apresentaram um leve crescimento em relação a setembro, exceto o aluguel de veículos, que mesmo assim cresce 9% no acumulado do ano. Destaque positivo para os subsetores de Hotéis e Agências de Viagens – este, porém, ainda é o com maior queda em relação ao começo do ano (-40%). No débito as empresas aéreas têm um desempenho melhor, com queda de 19% em relação a janeiro e fevereiro.

Confira abaixo.


CRÉDITO
Na modalidade crédito, em outubro, um setor tem variação positiva pela primeira vez desde o início da crise: a locação de veículos (+3%). Os demais apresentam melhoras constantes mês a mês, mas ainda estão abaixo dos resultados do começo do ano, período pré-pandemia e de alta temporada de viagens de lazer.

Veja abaixo.

VENDAS ON-LINE

Analisando somente os dados de vendas na internet, o Turismo cresceu em outubro 7 pontos percentuais em relação a setembro, com os maiores crescimentos nas agências de viagens on-line e locadoras. No acumulado do ano, todos os segmentos apresentam queda em relação ao começo do ano, de 10% em locadoras e hospedagem (os mais próximos de um crescimento em relação ao pré-pandemia) a 45% nas empresas aéreas.

O estudo foi realizado pela Elo Performance & Insights: www.elo.com.br/consultoria.

PESQUISA TRVL LAB E ELO
Os dados da Elo também comprovam as tendências apontadas na pesquisa “A Jornada dos Viajantes Brasileiros”, feita pelo TRVL LAB, em parceria com a Elo, e divulgada no mês passado. A pesquisa identificou brasileiros dispostos a viajar, mas preocupados com a questão sanitária nacional e atentos aos protocolos de saúde, priorizando viagens de carro e perto de casa, destinos nacionais e o lazer. A pesquisa do TRVL LAB e da Elo também identificou 10 perfis de viajantes brasileiros para liderar a retomada e 8 insights para o mercado aproveitar as oportunidades que os consumidores sinalizam.

A pesquisa TRVL LAB e ELO pode ser baixada gratuitamente aqui.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA