Turismo da América do Norte pode alcançar crescimento de 38%

|


Divulgação
WTTC separou cinco medidas vitais para a retomada do setor
WTTC separou cinco medidas vitais para a retomada do setor
Um novo relatório do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) projeta um aumento de 38% da contribuição do Turismo para o PIB da América do Norte ainda este ano. Para a entidade, o dado é reflexo do avanço da vacinação e do relaxamento das restrições de viagens.

A análise também revela que a região pode registrar um aumento de 26% em 2022, contribuindo com as economias do Canadá e Estados Unidos a níveis pré-pandemia. No ritmo atual, espera-se que o Turismo da América do Norte recupere US$ 1,7 trilhão.

"A pandemia de covid-19 custou sete milhões de empregos no setor de Viagens e Turismo na América do Norte, mas graças ao aumento dos gastos domésticos e internacionais, a taxa de emprego e o PIB voltarão a aumentar", comentou a CEO do WTTC, Julia Simpson.

De acordo com a pesquisa da entidade, a contribuição do setor para o PIB da região e o crescimento do emprego pode ser ainda mais positiva neste ano e no próximo, se os governos globais cumprirem cinco medidas vitais:

  1. Permitir que viajantes totalmente vacinados se movimentem livremente, independentemente de sua origem ou destino final;
  2. Implementar soluções digitais que permitam a todos os viajantes demonstrar facilmente o seu status covid-19, o que por sua vez irá agilizar o processo nas fronteiras ao redor do mundo;
  3. Para que uma viagem internacional segura seja totalmente retomada, os governos devem reconhecer todas as vacinas autorizadas pela OMS;
  4. Apoiar a iniciativa Covax / Unicef para garantir a distribuição equitativa de vacinas em todo o mundo;
  5. Implementar protocolos melhorados de saúde e segurança, que sustentem a confiança do viajante.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA