Argentina apresenta dados do setor de eventos corporativos

|

Com a presença do ministro do Turismo e Esportes, Matías Lammens, e do secretário executivo do Inprotur (Instituto Nacional de Promoção Turística da Argentina), Ricardo Sosa, entidades argentinas se reuniram ontem (24) em um encontro on-line para apresentar as estatísticas do Anuário 2019 do Observatório Econômico de Turismo de Reuniões da República Argentina, que tem o país como líder na América Latina no segmento de eventos.

Divulgação
Inprotur e Aoca apresentaram dados do Anuário 2019 do Observatório Econômico de Turismo de Reuniões da República Argentina em reunião virtual
Inprotur e Aoca apresentaram dados do Anuário 2019 do Observatório Econômico de Turismo de Reuniões da República Argentina em reunião virtual
Durante 2019, o impacto econômico gerado pelo setor foi de 35.948 bilhões de pesos, com a criação de 218.579 empregos. No âmbito de congressos internacionais, a Argentina realizou 214 eventos corporativos, representando 18% dos encontros na América Latina. Além disso, um total de 7.743 reuniões foram registradas (24% a mais que em 2018) em 328 destinos argentinos.

A Argentina tem um trabalho de longo prazo com a indústria de eventos. A Inprotur, juntamente com a Associação Argentina de Organizadores e Fornecedores de Exposições, Congressos, Eventos e Gabinetes de Convenções (Aoca) vem trabalhando em conjunto há mais de 12 anos e um dos resultados foi a criação do Plano de Marketing Estratégico para Turismo de Reuniões criado em 2008.

“Esse programa começou há pelo menos dez anos e passou por diversos governos, mas se manteve como política de estado. Eles traçaram uma meta, ser líderes da região, e este ano conseguiram. Isso fala da nossa capacidade de resiliência, talento e recursos humanos. Estou muito orgulhoso de fazer parte deste projeto”, destaca Lammens.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA