Papel do gestor de eventos se torna mais importante na crise

|

Durante encontro virtual realizado hoje (28), a Alagev apresentou formalmente sua nova gestão, composta por presidente, vice-presidente e diretor financeiro, falou sobre lançamentos, Lacte de 2021 e um pouco sobre o mercado de viagens e eventos corporativos, diante da pandemia do novo coronavírus.

Reprodução / Pixabay
Mercado de eventos sofrerá uma série de mudanças e o meeting planner será essencial para as estratégias
Mercado de eventos sofrerá uma série de mudanças e o meeting planner será essencial para as estratégias
Nessa nova realidade, será que os brasileiros estão preparados para os eventos 100% on-line? Como fica a questão dos híbridos? Essas são as principais perguntas permeando a indústria neste momento. E o que fica claro é: se o mercado não estava apto antes, agora está.

“Tivemos de colocar a mão na massa e correr atrás. Na BMS já fazíamos eventos virtuais, que não eram como são agora, mas já vemos fornecedores se reinventando e trazendo coisas muito bacanas. Apesar do encontro presencial ainda ser essencial, o olho no olho é muito importante para o brasileiro, estamos nos transformando e agora, mais do que nunca, estamos em uma fase de agregar e aprender. Essa transformação já está sendo bem vista por todos”, diz a gerente de Eventos da Brystol-Myers Squibb e nova presidente da Alagev, Roberta Moreno.

Os eventos híbridos, que já aconteciam, devem perdurar e aumentar a sua abrangência, com participantes de diferentes regiões. Ainda haverá o receio de juntar as pessoas e, em algum momento, isso estará nas mãos das companhias definirem. Os estabelecimentos já possuem protocolos definidos e a questão será como eles se conectarão com as políticas de saúde das empresas.

“Passará a ser discutido como o evento será operado, de acordo com as políticas que as corporações definirão. A tomada de decisão de cada empresa será uma solução muito individual, tailor-made, para a retomada dos eventos em espaços físicos. Diante disso, o papel do gestor de eventos ficou muito mais importante, pois a estratégia dos encontros também se tornou mais significativa ainda”, exemplifica o agora diretor financeiro da entidade e diretor da CWT Meetings & Events para a América Latina, Gustavo Elbaum.

No âmbito das viagens corporativas, o papel do travel manager também se torna cada vez mais essencial, diante das novas estratégias que serão exigidas. O profissional precisará estar mais a par ainda se os protocolos estão sendo seguidos e terá de respeitar e saber o que fazer, caso o viajante não se sinta seguro para viajar ou comparecer a eventos, por exemplo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA