Sentimento em relação a viagens corporativas está melhorando

|

Mensalmente, a HRS realiza uma pesquisa entre seus clientes para avaliar o sentimento em relação às viagens corporativas. Como esse nível de confiança evoluiu durante a pandemia do novo coronavírus? Quais são os principais pontos de foco para as empresas no momento e qual a importância da atual temporada de sourcing?

Pixabay
Pesquisa da HRS mostra que maioria das empresas já selecionou funcionários para voltarem a viajar
Pesquisa da HRS mostra que maioria das empresas já selecionou funcionários para voltarem a viajar
Enquanto a indústria de viagens está se adaptando às necessidades em constante mudança dos viajantes, a pesquisa recém-lançada pela empresa de serviços de reservas hoteleiras fornece insights sobre o que impulsiona as organizações ao considerar a retomada das viagens a negócios.

Dados mais recentes da STR mostram que os níveis de ocupação hoteleira em alguns países estão aumentando. Embora a recuperação seja impulsionada principalmente pelas viagens a lazer domésticas até o momento, o levantamento revela que cada vez mais hotéis corporativos estão abrindo para se preparar para a recuperação do segmento das viagens a trabalho.

SENTIMENTO SOBRE A RETOMADA
No geral, as restrições de viagens internas vêm sendo suspensas. Na pesquisa encerrada em julho, 86% das empresas declararam não ter restrições para viagens domésticas, 55% ainda não recomendam viagens a negócios nacionais e 31% dos participantes estão abertos para retomar os deslocamentos. Como comparação, no último levantamento da HRS, encerrado em junho, apenas 10% das corporações estavam abertas para a retomada das viagens domésticas.

Ao olhar para viagens a negócios internacionais, as companhias também estão ficando mais confiantes, com apenas 41% dos participantes ainda tendo proibições de viagens em vigor, em comparação com 71% durante a pesquisa de junho.

Embora as restrições a viagens internas estejam diminuindo, 89% dos participantes esperam que os deslocamentos a trabalho sejam retomados lentamente. Apesar de 90% das empresas terem colocado funcionários de volta à estrada, os dados mostram que as companhias esperam uma retomada das viagens em geral atrasada em comparação com a última pesquisa.

Os resultados mostram que o sentimento do viajante a negócios está melhorando em todas as empresas. O HRS Business Travel Sentiment Index subiu 14 pontos em comparação com a última pesquisa. No entanto, é possível observar também que as expectativas de retomada real das viagens estão piorando. Por isso, é ainda mais importante atender aos requisitos alterados das empresas para melhorar a confiança.

IMPORTÂNCIA DO SOURCING
No ambiente atual, o sentimento de viagens corporativas e a retomada das viagens são afetados por vários fatores. A pesquisa revela que o duty of care e a segurança do viajante são as principais prioridades das empresas e precisam ser garantidas antes de retomar os deslocamentos a negócios, com 86% delas exigindo protocolos de limpeza aprimorados dos hotéis em seu programa. Além disso, a maioria das organizações espera ter amenities, como kits de higiene, incluídos em suas taxas negociadas, o que reduziria o risco da covid-19. Importante também para as companhias é ter um nível mais alto de flexibilidade, por exemplo, no que diz respeito a cancelamentos e opções de café da manhã.

A atual temporada de sourcing permite levar em conta os requisitos alterados e, portanto, garantir melhor o duty of care. Segundo a pesquisa, somente 29% dos respondentes estão abertos para pular a temporada de sourcing e continuar com as taxas e pacotes negociados anteriormente.

Garantir a segurança do viajante e o dever de cuidado, ao mesmo tempo em que tem maior flexibilidade, é essencial para melhorar o sentimento das viagens a negócios. Este momento de sourcing é um instrumento-chave para adaptar os programas de hotéis existentes aos novos requisitos e, portanto, é também um importante impulsionador do sentimento e confiança das viagens a negócios.

O whitepaper da HRS com a pesquisa completa pode ser baixado neste link.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA