BCD Travel lança guia para ajudar gestores na retomada

|

O setor de Turismo está entrando uma nova etapa da pandemia de covid-19. Países e estados estão reabrindo suas fronteiras e, com isso, os programas de viagens corporativas ficam, ainda mais, em destaque e a pressão sobre os travel managers aumenta. Pensando nisso, a BCD Travel criou um guia digital, o Back to Travel – agora disponível em português –, como um recurso estratégico para que os gestores possam repensar o retorno das viagens.

Pixabay
Guia Back to Travel, da BCD Travel, conta com tendências, conselhos práticos, checklists e soluções para a gestão
Guia Back to Travel, da BCD Travel, conta com tendências, conselhos práticos, checklists e soluções para a gestão
“Este guia é baseado em soluções específicas de recuperação e em vários meses de pesquisa, que fornecem as respostas para ajudar as empresas a voltarem aos negócios com segurança e eficiência. Como a situação permanece dinâmica, atualizaremos regularmente o material para fornecer novas informações e suporte", diz a vice-presidente executiva da TMC, Teri Miller.

O Back to Travel, que conta com tendências, conselhos práticos, checklists e soluções projetadas para ajudar os travel managers a posicionar seu programa de viagens, abrange quatro áreas essenciais:

  • Duty of care: os gestores classificam o cuidado com os viajantes como sua principal prioridade. Uma estratégia que combine bom atendimento, gerenciamento de riscos e bem-estar do viajante será mais eficaz para as empresas e estará preparada para enfrentar desafios inesperados.

  • Comunicação para o viajante: as informações são alteradas de forma extremamente dinâmica, o que pode ser desafiador para os viajantes. Em momentos como esse, é crucial compartilhar informações sobre medidas de segurança e orientações da política – antes, durante e após a viagem – para garantir que os viajantes estejam preparados e se sintam confiantes.

  • Gerenciamento de despesas: agora é uma ótima oportunidade para promover mudanças, permitindo que os gestores otimizem seus programas para controlar custos e fornecer uma experiência positiva de viagem. É essencial revisar parcerias com fornecedores, usar dados e mudar os programas de transporte aéreo, hoteleiro e terrestre para se preparar para o novo cenário.

  • Política de viagens: este é o momento certo para começar a fazer alterações nas políticas para proteger o bem-estar dos viajantes. Uma política clara e acessível ajudará os viajantes a tomarem as decisões certas e a se sentirem confiantes para viajarem novamente.


* Atualizada em 16/07, às 10h48
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA