EMPRESAS

Alitalia vê holding italiana recuar em interesse de compra

O processo de recuperação da Alitalia sofreu um revés nesta semana, quando o Grupo Atlantia decidiu dar um passo atrás em relação ao interesse de fazer parte do consórcio que negocia a compra da companhia aérea. A holding italiana comunicou que não está preparada para assumir o compromisso nos moldes propostos.

Divulgação/Alitalia
“Desde o anúncio realizado no dia 15 de outubro, percebemos a falta de qualquer avanço significativo em relação às questões sensíveis levantadas na ocasião. Desta maneira, a companhia anuncia que as condições necessárias para o nosso envolvimento como parte do consórcio não foram atendidas, não havendo uma proposta neste momento. Entretanto, a Atlantia segue disposta a identificar uma parceria para chegar a um acordo sobre o caso, com um plano de negócios sólido e de longo prazo para a Alitalia”, disse o comunicado da holding.

Controlada pela família Benetton, a Atlantia tem como principal negócio empreendimentos relacionados à infraestrutura aeroportuária e rodoviária, tendo atuação na Europa, América do Norte, América do Sul e Ásia. No Brasil, a companhia é responsável por cerca de cinco mil quilômetros de estradas que fazem parte de 11 concessões.

De acordo com a agência de notícias Ansa, o governo italiano estabeleceu esta quinta-feira (21) como data-limite para receber ofertas concretas quanto à compra da Alitalia. Até o momento, o consórcio liderado pela estatal Ferrovie Dello Stato (FS) conta com a parceria da Delta Air Lines e uma sinalização de interesse por parte da Lufthansa.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA