COMER E BEBER

Turismo de São Francisco quer conquistar brasileiros que vão à Europa


Emerson Souza
Newton Vieira (SMI), Bianca Silveira (SMI), Joe D'Alessandro (San Francisco Travel), Melissa Andretta (San Francisco Airport), Hubertus Funke (San Francisco Travel)
Newton Vieira (SMI), Bianca Silveira (SMI), Joe D'Alessandro (San Francisco Travel), Melissa Andretta (San Francisco Airport), Hubertus Funke (San Francisco Travel)

Roteiros de vinho e gastronomia, experiências high end, cultura, esportes, tecnologia e cenários únicos fazem parte da oferta de viagens do norte da Califórnia, que tem São Francisco não apenas coo portão de entrada mas também como um dos principais atrativos. O presidente e CEO da San Francisco Travel Association, Joe D’Alessando, está no Brasil para visitas com operadores e a imprensa, acompanhado de Hubertus Funke, vice-presidente executivo e chief Tourism officer, Melissa Andretta, diretora de Marketing Internacional e Desenvolvimento do San Francisco International Airport, e de Newton Vieira e Bianca Silveira, executivos da SMI, representante do destino no Brasil há 19 anos e agora também para Argentina e Colômbia.

“Queremos atrair o turista brasileiro que vai à Europa, e também o com perfil de cidades como Nova York e Chicago, e mostrar toda a diversidade do norte da Califórnia, que tem em São Francisco um de seus ícones, mas também roteiros para todo tipo de viajante”, disse Funke. Eles já estiveram no Rio de Janeiro, estão nesse início da semana em São Paulo e seguem para Bogotá na quarta-feira.

Em São Paulo, há reuniões marcadas com os principais operadores e OTAs, e um evento para o trade na terça-feira à noite. Pela manhã, o grupo esteve na PANROTAS, onde foi recebido pelo CEO, José Guilherme Alcorta, e o editor-chefe, Artur Luiz Andrade.


Emerson Souza
Artur Luiz Andrade, Newton Vieira, Bianca Silveira, Joe D'Alessandro, Melissa Andretta, Hubertus Funke e José Guilherme Alcorta
Artur Luiz Andrade, Newton Vieira, Bianca Silveira, Joe D'Alessandro, Melissa Andretta, Hubertus Funke e José Guilherme Alcorta

Entre os desafios do destino estão a captação de um voo direto, que Melissa acredita que chegue em 2021, e a promoção de uma hotelaria mais acessível. Nos próximos quatro anos cerca de cinco mil quartos devem se somar aos 33 mil da cidade.

São Francisco recebeu 26 milhões de turistas no ano passado. Do total, 25% eram de outros países e, o mais incrível, foram responsáveis por 62% dos gastos. Os brasileiros devem totalizar 109 mil este ano e a previsão para 2020 é de 117 mil, em uma recuperação após a queda no auge de nossa crise econômica.

Saiba mais sobre o destino em sftravel.com.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA