Viajantes de luxo estão valorizando o Turismo sustentável

|


Divulgação
Segundo pesquisa da Virtuoso, mais de 80% dos viajantes querem viajar com responsabilidade
Segundo pesquisa da Virtuoso, mais de 80% dos viajantes querem viajar com responsabilidade
De acordo com a pesquisa de sustentabilidade de 2022 da Virtuoso, que entrevistou cerca de 200 viajantes no início da maio, mais de 80% dos entrevistados disseram que a pandemia os fez querer viajar com mais responsabilidade. Esse número permanece consistente com a pesquisa do ano passado.

No estudo deste ano, 75% dos respondentes disseram estar dispostos a pagar mais para viajar com responsabilidade, desde que saibam como o dinheiro adicional está sendo usado. Além disso, 40% disseram que a orientação de uma fonte confiável, como um consultor de viagens, os encorajaria a viajar com mais responsabilidade.

A Virtuoso perguntou também aos entrevistados quais as principais viagens ou destinos que eles associam com viagens sustentáveis. As excursões culturais em terra lideraram a lista, seguidas por cruzeiros fluviais, patrimônios históricos, safáris africanos e cruzeiros oceânicos (empatados em quarto lugar).

Os participantes da pesquisa também foram questionados sobre as principais maneiras pelas quais eles apoiam viagens sustentáveis. As respostas consistiram em reduzir o desperdício de alimentos e plásticos com medidas como levar uma garrafa de água e carregar sacolas reutilizáveis, apoiar a conservação da vida selvagem, viajar durante a baixa temporada ou para destinos menos conhecidos, contribuir com causas que ajudem o destino e sua comunidade, e apoiar as empresas de viagens com fortes políticas de sustentabilidade.

“A pandemia interrompeu a indústria como nunca antes, mas também mudou as prioridades, resultando em um compromisso renovado dos viajantes para proteger o planeta e uns aos outros”, disse a vice-presidente e estrategista de Sustentabilidade da Virtuoso, Jessica Upchurch. “Esse retorno consciente continuará a transformar a maneira como viajamos e reafirma nossa crença de que viajar pode ser uma força para o bem”, finalizou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA