AEROPORTOS

Tap valoriza gastronomia portuguesa com chefs estrelados

Jhonatan Soares
Os chefs Henrique Sá Pessoa, Miguel Laffan e, embaixo, Rui Paula, com Vitor Sobral, José Avillez e Rui Silvestre
Os chefs Henrique Sá Pessoa, Miguel Laffan e, embaixo, Rui Paula, com Vitor Sobral, José Avillez e Rui Silvestre
“A Tap tem como missão trazer o mundo para Portugal e Europa, e levar o melhor de Portugal para o mundo.” Com essa frase o vice-presidente de Marketing da companhia aérea portuguesa, Abílio Martins, resume o maior enfoque que a companhia tem dado à experiência do passageiro. Nominalmente pelo paladar.

Nesta terça-feira, a companhia lançou em São Paulo seu projeto Taste the Stars, a reunião de seis dos maiores nomes da alta gastronomia portuguesa, estrelados pelo conceituado e rigorosíssimo guia Michelin, que, juntos, formam o time de consultores para a montagem de menus de comidas e bebidas da Tap.

Com serviço de restaurante em todas as classes nos voos internacionais, a aérea lusitana valoriza o bem-estar de seu passageiro. Porém, isso não é o suficiente para “segurar” esse cliente, como atesta Martins. “Não se mantém passageiro somente pela comida, também é possível pelo custo, conforto, segurança, serviço, tudo isso é muito importante”, traça um paralelo.
Jhonatan Soares
Sopa fria de tomate, robalo marinado, mirtilos e poejo; construção do chef Vitor Sobral
Sopa fria de tomate, robalo marinado, mirtilos e poejo; construção do chef Vitor Sobral

Chefe da equipe que conta com a expertise de Henrique Sá Pessoa, Rui Paula, Rui Silvestre, José Avillez e Miguel Laffan, Vitor Sobral valoriza a função da alimentação dentro de um avião, dizendo que é um momento “super importante”, já que o passageiro “está disponível”. “Toda a atenção dele está focada no que vão dar para ele”, afirma.

Há 16 anos auxiliando no processo de construção de menus da Tap, o chef afirma que a aérea “sempre teve a cultura de se preocupar com o que serve ao passageiro”. “A Tap sempre tratou de inovar e o Taste é uma prova disso”, conclui.

Dentre os diversos pratos apresentados na noite, se destacaram construções como a sopa fria de tomate, robalo marinado, mirtilos e poejo (do próprio Sobral, na foto ao lado), o bacalhau à Brás com azeitonas explosivas (de José Avillez) e o lombo de borrego, especiarias quentes, salada de lentilhas e alperces (de Miguel Laffan).

Confira no álbum abaixo imagens de Jhonatan Soares no evento:
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA