Emirates prevê classe econômica premium para final de 2017

|


Valentin Chesneau/Flickr

Uma das principais tendências ao setor aéreo em 2017, a proliferação das classes econômicas premium também deve chegar às linhas aéreas do Oriente Médio. Na semana passada, o presidente da Emirates, Sir Tim Clark, disse à agência Reuters que a companhia deve introduzir uma classe do tipo em algum momento entre os próximos 12 e 18 meses. "Estamos em um estágio em que estudamos o formato que terá", disse.

A expectativa é que mais linhas aéreas da região sigam o movimento da Emirates e passem a oferecer o assento premium da econômica por causa da queda dos preços do petróleo, que afeta as economias do Golfo Pérsico, e a queda geral na ocupação. Além disso, empresas europeias que concorrem com as árabes têm anunciado ou já oferecido o tipo de assento.

A expectativa é que a Emirates ofereça a classe em suas aeronaves A380 - principalmente nas rotas em que a linha tem joint venture com a Qantas, como as que ligam Oriente Médio à Europa e à Austrália, uma vez que a parceira já oferece a opção.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA