EMPRESAS

Governo italiano pode ter participação de 14% na Alitalia

O governo italiano espera obter uma participação de até 14% da Alitalia como parte do processo de reestruturação destinado a tirar a companhia aérea da insolvência, segundo informações do jornal italianoIl Sole 24.

Divulgação
“Estamos pensando em uma liminar para a participação do governo que não se afaste muito de outras experiencias europeias. Se a França possui 14,3% da Air France, por exemplo, podemos pensar em um nível semelhante de parcela para nós”, afirma o ministro de Desenvolvimento Econômico da Itália, Luigi Di Maio.

Seu comentário foi divulgado próximo ao prazo máximo para a aquisição da Alitalia. A Lufthansa, Easyjet e a Wizz Air, da Hungria, já fizeram ofertas para a aérea italiana. Depois que a companhia entrou em falência em maio de 2017, o governo forneceu um empréstimo-ponte de 900 milhões de euros para mantê-la em operação.

Segundo o periódico, a ferrovia estatal Ferrovie dello Stato Italiane também seria parceira da Alitalia e investiria potencialmente 200 milhões de euros nela. Tal movimento, de acordo com Di Maio, proporcionaria sinergia entre o serviço aéreo e ferroviário italiano e permitiria a compra de bilhetes combinados da Alitalia e da ferrovia.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA