EVENTOS

Mobilidade urbana, turismo, gastronomia: o projeto Missões Internacionais


Divulgação
Mossos D'Esquadra: visita aconteceu no primeiro dia do Missões Internacionais
Mossos D'Esquadra: visita aconteceu no primeiro dia do Missões Internacionais
Os participantes da primeira edição do projeto Missões Internacionais, realizado em Barcelona, desembarcaram de volta ao Brasil com uma visão de país diferente. Criado pela PANROTAS e pela B2LIVE, o Missões Internacionais teve como objetivo realizar visitas imersivas em instituições estratégicas para o turismo de Barcelona.

No final, os integrantes do grupo puderam conhecer um pouco mais sobre temas como mobilidade urbana; monitoramento e inteligência de dados; integração dos transportes ferroviário, viário e marítimo; parcerias público-privadas; inovação em atrações; promoções; segurança pública; recepção de turistas e integração com a população.

Talvez uma das lições mais importantes da viagem diz respeito ao modelo de negócio de algumas companhias que, apesar públicas, possuem uma administração baseada nos moldes de empresas privadas.

Guilherme Alcorta
La Pedrera: obra do artista catalão Gaudí
La Pedrera: obra do artista catalão Gaudí
No primeiro dia, o grupo visitou o Ferrocarrils (empresa que administra toda a malha ferroviária da cidade, sendo responsável pelos bondes, teleféricos, trens e estações de montanha), o Barcelona Tech City/ Pier 1 (complexo privado que reúne atualmente mais de 700 empresas que formam um ecossistema digital da capital da Catalunha), a Mossos D’Esquadra (polícia da Catalunha), o Turismo de Barcelona, órgão responsável pelo desenvolvimento do turismo no destino e o IDEAL Centro de Arte, experiência audiovisual imersiva na exposição com obras do artista Claude Monet.

Já no segundo dia, o projeto esteve no Fundesplai (uma instituição educacional privada que traz projetos sustentáveis estruturados de educação à hotelaria), no distrito 22@, que ficou conhecido por ser um exemplo mundial de renovação urbana, e na ESADE, uma das principais escolas de negócios da Europa, onde os integrantes do projeto Missões Internacionais puderam aprender sobre novos modelos de negócios na era pós digital.

O Mercados de Barcelona e seus modelos de gestão foi um dos principais compromissos do terceiro dia do Missões Internacionais. A agenda seguiu com visitas à Águas de Barcelona, empresa responsável pelas águas da cidade e toda revitalização das áreas poluídas, e à La Pedrera, edifício projeto por Antoni Gaudí, hoje administrado por uma fundação e que recebe 1,2 milhão de turistas ao ano.

Da Redação
Sant Antoni um dos Mercados de Barcelona visitados pelo grupo
Sant Antoni um dos Mercados de Barcelona visitados pelo grupo
A ACCIÓ – Catalonia Trade & Investiment, órgão do governo da Catalunha que atua como uma agência de competitividade empresarial, recebeu os participantes no quarto dia de evento. O local funciona como uma espécie de 'conselheiro' de empresas e universidade. Um dos objetivos é buscar parcerias comerciais com de 40 escritórios ao redor do mundo.

Da Redação
Encontro na ACCIÓ - Catalonia Trade & Investiment
Encontro na ACCIÓ - Catalonia Trade & Investiment
O grupo também esteve no ICEC - Instituto Catalão de Empresas de Cultura, que cuida do fomento, financiamento, importação e exportação de eventos relacionados a arte, musica, exposições, feiras e eventos. Na ocasião, o encontro foi realizado na Nice 1 Barcelona, feira de games que estava acontecendo na cidade.

Da Redação
Grupo se encontrou com profissionais da ICEC durante uma feira de games em Barcelona
Grupo se encontrou com profissionais da ICEC durante uma feira de games em Barcelona
O dia terminou com uma reunião com a Agência Catalã de Turismo, onde o responsável pelo desenvolvimento do turismo da Catalunha em toda América do Sul, Joan Romero, explicou como está estruturada a estratégica de turismo da Catalunha.

Da Redação
Joan Romero (ao centro) com os participantes do projeto Missões Internacionais
Joan Romero (ao centro) com os participantes do projeto Missões Internacionais
No quinto e último dia, o grupo visitou as instalações do Barcelona, um dos principais times de futebol do mundo e tiveram apresentações sobre as escolinhas de futebol pelo mundo, sobre a estratégia de divulgação e comunicação da marca Barça e também como o Clube enxerga oportunidades de receita fora a venda de bilhetes para os jogos.

Guilherme Alcorta
O Porto de Barcelona também foi visitado pelo grupo, que pode entender o processo de remodelamento do local, que se transformou o porto do sul da Europa.

Da Redação
Porto de Barcelona
Porto de Barcelona
Na parte da tarde, foi a vez da visita à vinícola Pere Ventura Wines. A empresa produz cavas e vinhos de alto padrão, conseguindo exportar até 95% de sua produção, além de receber muitos turistas anualmente para conhecer as propriedades da bodega que inclui até uma capela do século IX.

Da Redação
Pere Ventura Wines: local abriga uma capela do século IX
Pere Ventura Wines: local abriga uma capela do século IX
A agenda cheia de visitas terminou com os integrantes do projeto podendo conhecer melhor a gestão de PortAventura World, um complexo de três parques, sendo um deles o Ferrari Land, e um aquático, bem como seis hotéis com mais de 2.200 acomodações, centro de convenções para quatro mil pessoas sentadas e três campos de golf.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA