Em dois dias, Expo Retomada recebeu 1,2 mil visitantes

|


Divulgação
O evento terá, ainda, um acompanhamento detalhado de todos os participantes por duas semanas, com o objetivo de gerar um relatório com informações técnicas para municiar o Governo do Estado
O evento terá, ainda, um acompanhamento detalhado de todos os participantes por duas semanas, com o objetivo de gerar um relatório com informações técnicas para municiar o Governo do Estado
O Santos Convention Center, no litoral paulista, recebeu entre quarta e quinta-feira (dias 21 e 22) o Expo Retomada, primeiro de 30 eventos-teste chancelados pelo Governo do Estado de São Paulo. Nesses dois dias o evento reuniu 1.264 visitantes únicos, não simultâneos, e 240 profissionais envolvidos na montagem, além de 50 expositores. Todos eles testados antecipadamente para a covid-19 e seguindo uma série de protocolos que tornaram a realização possível.

Prestando contas sobre o evento, a realização informou que entre todos os testados, apenas dois casos, um durante a montagem e um credenciado como visitante testaram positivo e não tiveram permissão de acessar a área do evento. Ambos foram duplamente testados para a confirmação do diagnóstico, receberam recomendações de saúde e foram orientados a se dirigirem a um hospital de referência.

Também foi determinado o uso obrigatório de máscaras, planta baixa do evento desenhada para respeitar o distanciamento, tecnologia para aferição de temperatura a distância, acesso por QR Code, catracas eletrônicas automáticas e dispensers de álcool gel espalhados por todo o evento. Outro detalhe foi a definição da capacidade reduzida, ou seja, o número total de participantes se manteve bem abaixo da capacidade máxima permitida do Santos Convention Center, que é de 4 mil pessoas simultaneamente. Houve também acompanhamento e fiscalização pela Secretaria de Saúde Estadual, Municipal, Vigilância Sanitária, entre outros órgãos, durante toda a Expo.

“Teremos de viver um período de flexibilização com consciência ainda por muito tempo. A Expo Retomada só aconteceu por meio de entidades que estão comprometidas sobre a prática e correta aplicação desses protocolos há tanto tempo quanto a pandemia nos atingiu e alguns profissionais foram se tornando especialistas nessa área. Os caminhos nos levam à possibilidade de realizar eventos que são mais seguros que ir a um supermercado, a um shopping center ou a uma loja de material de construção”, avaliou o diretor da Live Marketing Consultoria e um dos idealizadores da Expo Retomada, Paulo Octávio Pereira de Almeida.

Divulgação
Foram dois dias de evento e mais de 1,2 mil participantes
Foram dois dias de evento e mais de 1,2 mil participantes
PÓS-EVENTO

O evento terá, ainda, um acompanhamento detalhado de todos os participantes por duas semanas, com o objetivo de gerar um relatório com informações técnicas para municiar o Governo do Estado e atestar a possibilidade de retomada segura dos eventos de negócios, desde que cumpram todos os protocolos praticados durante o evento.

Os organizadores irão contatar as 1,2 mil pessoas e, por meio de autodeclaração, monitorar o estado de saúde relacionado à pandemia, além de testar novamente cerca de um terço dos participantes – os representantes dos expositores, com maior nível de exposição – até o próximo dia 26.

Todos estes dados serão enviados à Secretaria Estadual de Saúde e ao Comitê de Saúde de São Paulo, aos cuidados da Secretária do Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, do Presidente do Comitê de Contingência da covid-19 do Estado de São Paulo, João Gabardo, e do Secretário de Turismo, Vinícius Lummertz, que participaram da Expo Retomada.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA